Universidade Comunitária

A identidade da PUC-SP é o seu diferencial diante de outras instituições particulares – uma universidade comunitária e democrática. Tais características implicam um modo próprio de administrar, ensinar, pesquisar, conviver e comprometer-se com a realidade social.

A PUC-SP abre espaços para o estudante participar da vivência universitária e contribuir para a sua gestão, realizando, dessa forma, sua educação humana e profissional.

Destacam-se, aqui, as relações entre os indivíduos sustentadas pelo respeito: responsabilidade de cada um e competência de todos. A missão institucional consiste em desenvolver e aprimorar a educação para uma cidadania solidária e fraterna.

As atividades abarcam a comunidade interna (estudantes, funcionários e professores) e a comunidade externa, e são fundadas na preocupação e no cuidado com o bem-estar das relações humanas e profissionais. No intuito de sistematizar tais atividades, um primeiro relatório social foi apresentado em outubro de 2007 (PUC-SP – Uma Universidade Comunitária) e expôs os serviços prestados às comunidades interna e externa. Em 2008, foi elaborado um livro sobre serviços comunitários destinados à comunidade interna (Carisma e Ação da Universidade Comunitária: Experiências da PUC-SP).

Todos os calouros são convidados a fazer parte da prática comunitária, como sujeitos ativos e responsáveis, contribuindo para a construção de uma instituição de qualidade nas atividades acadêmicas e na convivência social.

Para uma efetiva integração dos recém-chegados à universidade, estão disponíveis os seguintes serviços comunitários, entre outros:

1. Política de Atendimento Comunitário - PAC

Vinculado à Pró-Reitoria de Cultura e Relações Comunitárias (PROCRC) e em parceria com a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), o PAC conta com uma equipe interdisciplinar de agentes educacionais.

De acordo com as diretrizes da Universidade, a educação deve contemplar o ser humano em suas múltiplas dimensões (comunitária, social, cultural, econômica, psicológica, física, espiritual e biológica). Assim, o PAC é a porta de entrada para acolher, reconhecer, orientar, mediar e encaminhar os casos que necessitem de atendimento psicológico pedagógico e comunitário.

Seu foco de atuação consolida-se em:

  • acompanhamento de estudantes com necessidades educacionais especiais, relacionadas a questões psicossociais, psicopedagógicas (dificuldades no processo de aprendizagem) e culturais; a demandas específicas (dislexia e outras demandas que ensejam atendimento diferenciado), entre outras;
  • atenção a pessoas com deficiência física, visual ou auditiva;
  • ações que se consolidem em benefícios complementares a estudantes bolsistas, na perspectiva da Lei nº 12.868/2013 (Filantropia);
  • mediação de conflitos entre pessoas ou grupos, de modo a favorecer a convivência entre os integrantes da comunidade.


Nos atendimentos, o PAC tem como objetivo possibilitar aos indivíduos a ressignificação e a busca de maior sentido e amplitude perante suas vivências e demandas, por meio de encaminhamentos e acompanhamentos efetuados por um trabalho interdisciplinar.

O setor também é responsável pelo desenvolvimento de ações na área de Esportes, contando, para tanto, com um agente de eventos esportivos, formado em Educação Física, e um auxiliar de eventos esportivos. Como suporte às equipes de trabalho, conta, ainda, com um auxiliar administrativo.

O PAC atende nos seguintes campi:

 

  • Campus Perdizes – Prédio ERBM (Edifício Reitor Bandeira de Mello), andar Térreo, sala 63-G, de 2ª a 6ª feira, das 09h00 às 23h00, telefones (11) 3670-8035 ou 8544, e-mail: pac.procrc@pucsp.br;
  • Campus Marquês de Paranaguá, das 11h00 às 14h00, telefones (11) 3670-8035 ou 8544, e-mail: pac.procrc@pucsp.br;
  • Campus Sorocaba, Prédio da Faculdade, 1º andar, sala 108, telefone (15) 3212-9865. Nos demais campi, os atendimentos são realizados mediante agendamento prévio ou de acordo com as demandas apresentadas pelas direções e coordenações locais:
  • Campus Santana – tel. (11) 2226-6170 – e-mail: pac.santana@pucsp.br
  • Campus Ipiranga – tel. (11) 2065-4600 – e-mail: pac.ipiranga@pucsp.br

 

2. Bolsas de Estudo

 

Modalidades de bolsas

A concessão de bolsas de estudo é uma das principais formas de inclusão na uni-versidade e integra, também, a política de formação e aperfeiçoamento con¬tínuo de docentes e funcionários. Essa ação exige não só uma normatização clara e processos democráticos de seleção, mas também o acompanhamento dos estudantes bolsistas, de forma a propiciar sua permanência e vivência no campus.

A bolsa concedida é de natureza pessoal e intransferível, e sua sustentação vincula-se ao bom desem¬penho acadêmico e à manutenção da condição financeira, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e pela instituição. A Fundação São Paulo (FUNDASP), mantenedora da PUC-SP, na qualidade de entidade filantrópica, disponibiliza aos discentes as seguintes modalidades:

Bolsas PROUNI: são oferecidas bolsas integrais (100%) para estudantes cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de até um salário-mínimo e meio, por parte do Programa Universidade para Todos (PROUNI) do Governo Federal, por intermédio do MEC. Para concorrer a essa modalidade, os candidatos devem realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) do ano letivo corrente, inscrever-se no processo seletivo do MEC e submeter-se aos critérios de seleção. As dúvidas podem ser enviadas ao endereço eletrônico: http://prouniportal.mec.gov.br. Aqueles que ingressam pelo PROUNI têm a bolsa desde a matrícula e são dispensados do vestibular da PUC-SP, pois a classificação é feita pela nota do ENEM, sendo a universidade responsável pela ve¬rificação de toda documentação declarada pelos candidatos.

Bolsas FUNDASP: a Fundação São Paulo (FUNDASP) mantém uma política consolidada para a concessão de bolsas de estudo, por meio de editais públicos. As bolsas institucionais são ofertadas a estudantes cujo perfil socioeconômico atenda à Lei da Filantropia (Lei nº 12.101, de 27 de Novembro de 2009 e alterações) e concedidas nas modalidades integral (100%) e parcial (50%). Para as bolsas integrais, os candidatos devem comprovar renda per capita de até um salário-mínimo e meio. Já para as bolsas parciais, de¬vem comprovar renda per capita de até três salários-mínimos. A abertura dos referidos editais é amplamente divulgada nos meios de comunicação da universidade, entre eles o site http:// www.pucsp.br.

Bolsas Mérito Acadêmico: são concedidas bolsas de estudo para os candidatos que tiverem melhor desempenho no processo seletivo Vestibular de Verão, nos seguintes percentuais: 100%, caso o estudante tenha sido classificado em primeiro lugar no Vestibular Unificado de Verão, e 50%, caso tenha sido aprovado em primeiro lugar na sua opção de curso, desde que seja egresso de escola pública e não tenha concluído nenhuma graduação.

Subsídio Alimentação: é concedido aos estudantes de graduação da PUC-SP, com perfil de necessidade financeira, para a realização de 1 (uma) refeição diária. Esse benefício faz parte de uma Política de Permanência e Assistência Estudantil própria de uma Universidade Comunitária e Filantrópica. Todos os estudantes da graduação poderão concorrer às bolsas subsídio.
 

Financiamento estudantil


Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) – consiste em um Programa de financiamento público, viabilizado pelo MEC. O FIES, recentemente, tornou-se uma forma de ingresso, por meio do ENEM. Mas existe a possibilidade de obtê-lo durante a realização do curso, desde que cumpridas as exigências do Programa. As normas podem ser consultadas na página eletrônica: http://sisfiesportal.mec.gov.br. Outras informações podem ser obtidas no site: www.pucsp.br/estudantes/bolsas-e-financiamentos.

 

Financiamento por meios de instituições bancárias

As informações sobre esse tipo de financiamento podem ser obtidas no Departamento de Contas a Receber da PUC-SP, pelo e-mail contasareceber@pucsp.br, ou pelo telefone (11) 3670-8480.

 

Setor de Administração de Bolsas de Estudo (SABE)

O Setor de Administração de Bolsas de Estudo (SABE) configura-se como o departamento central para os bolsistas da graduação e é o responsável pelo seu acompanhamento.

Para a manutenção das bolsas concedidas, o acompanhamento sistemático dos discentes torna-se essencial. Nessa perspectiva, acompanha-se, semestralmente, o aproveitamento acadêmico e a manutenção do perfil socioeconômico do grupo familiar, para garantir que o público atenda, de fato, às exigências da filantropia.

Na PUC-SP, os estudantes bolsistas das modalidades PROUNI, FUNDASP e Mérito Acadêmico contam com uma equipe de funcionários que trabalha durante todo o ano no atendimento presencial, telefônico e eletrônico, encaminhando, orientando e dirimindo dúvidas. Além disso, o setor atua no atendimento de demandas oriundas do MEC, relativas às bolsas concedidas pela universidade, bem como, quando necessário, agenda entrevistas e realiza visitas domiciliares aos contemplados, em conjunto com a assistente social da Consultoria Jurídica da FUNDASP.

Os bolsistas do PROUNI contam também com a Comissão Local de Acompanhamento do PROUNI (COLAP). O SABE é o canal de comunicação permanente com os membros da COLAP e é o responsável pelo agendamento de reuniões semestrais para apresentação de dados dos processos seletivos, ocasião em que os membros da Comissão trazem à discussão as demandas recebidas.

Quanto aos discentes que utilizam o FIES, cabe ao SABE o acompanhamento do rendimento acadêmico mínimo exigido semestralmente para manutenção do financiamento.

Tendo em vista a produção de relatórios institucionais, o SABE, por meio de sua supervisora, participa da Comissão Permanente de Acompanhamento de Ações Filantrópicas da Instituição, criada pela FUNDASP para conduzir e acompanhar as atividades sociais desenvolvidas pela universidade, entre elas as filantrópicas, em conformidade com as disposições estatutárias e a legislação vigente. A Comissão é composta por uma equipe interdisciplinar, que envolve profissionais das áreas de Contabilidade, Direito e Serviço Social, além de técnicos das áreas administrativa, acadêmica e tecnológica. A equipe interdisciplinar, em conjunto com o SABE, colabora na análise das solicitações de bolsas de estudo filantrópicas, bem como dos recursos apresentados pelos estudantes, quando há indeferimento do pedido. Além disso, acompanha os editais de bolsas de estudo e de bolsas-alimentação. A atuação da equipe tem trazido melhorias significativas no acompanhamento dos estudantes.

Setor de Administração de Bolsas de Estudo (SABE). Rua Ministro Godói, 969 – Subsolo - Perdizes - São Paulo/SP Telefone: (11) 3670.8102 – e-mail: sabe@pucsp.br

 

3. Pastoral Universitária (PU)

A Pastoral Universitária (PU) propõe encontros para a construção de uma amizade no ambiente universitário. Atua em dois campi (Perdizes e Consolação), prestando serviços a toda a comunidade acadêmica, interagindo com estudantes, professores e funcionários nos diversos segmentos da universidade, despertando as forças vivas que nela atuam, por meio de um diálogo constante entre fé e razão, à luz da mensagem cristã.

A PU também é responsável por organizar grupos de estudantes e grupos de professores. Entre os serviços específicos oferecidos, destacam-se: celebração eucarística semanal e/ou mensal, em horários estabelecidos pelos campi; orientação espiritual; confissão; preparação aos sacramentos do batismo e do crisma; retiros e encontros de formação; missas de formatura; missa em memória de funcionários e parentes falecidos; batizados; casamentos; grupo de reflexão bíblica.

No âmbito acadêmico, auxilia e promove debates sobre os mais variados temas ligados direta ou indiretamente à religião; assessora os discentes na preparação e apresentação de trabalhos acadêmicos que fazem referência à fé cristã, à Teologia e a atuação social da Igreja; realiza encontros com estudantes de outros países que fazem intercâmbio na instituição.

Uma experiência importante da PU é a de voluntariado com reconhecimento acadêmico ou apenas como atividade educativa. Nesse sentido, desenvolvem-se campanhas (como a Coleta de Alimentos e a Campanha do Agasalho, entre outras) e também projetos de serviço e de atuação social, em colaboração com as Pastorais Sociais da Igreja. Os projetos são desenvolvidos em parceria com os grupos de estudantes e organismos universitários, como, por exemplo, a PUC-Júnior, o Núcleo de Trabalhos Comunitários e algumas faculdades.

A PU oferece atendimento no Campus Perdizes, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00, na sala 63, andar Térreo do ERBM (Edifício Reitor Bandeira de Mello). Nesse Campus, há ainda um espaço de convivência, também localizado no andar Térreo. No Campus Consolação, o atendimento ocorre às quartas-feiras, das 17h00 às 19h00. Na última quarta-feira do mês, celebra-se uma Santa Missa.

A PU pode ser contatada pelos telefones (11) 3670-8557 e 3670-8038, ou pelo e-mail pastoralpuc@pucsp.br.

 

Conecte-se à PUC-SP